IGOR KANNÁRIO E O PRECONCEITO COTIDIANAMENTE VELADO – CRÔNICAS POÉTICAS #2

kannario

Acabada a eleição, nada mais surpreende… isso é péssimo. As ruas continuam sujas, combinando com os políticos eleitos, as pessoas continuam exercendo a sua polaridade burra e a mídia continua imparcial e se alimentando da falta de análise crítica social. Como tudo isso é rotineiro (pelo menos de dois em dois anos), você pode estar se perguntando o que realmente chamou a minha atenção pra escrever esse texto e a resposta não é simples, mas é; o nosso novo vereador, Igor Kannário, o príncipe do Guetto.

Minha timeline está explodindo com expressões raivosas e irônicas sobre a vitória do pagodeiro. Pessoas estão incomodadas com o fato dele, agora, ser um representante legítimo do povo. Quer saber minha opinião, ela é simples; O que Igor Kannário, que nem é político, pode fazer? Tirar uma presidenta eleita pelo voto democrático? Atrasar processos no conselho de ética por razões pessoais? Assistir filme pornô durante as sessões? Homenagear torturador em plena câmara? Todas essas ações citadas foram feitas por políticos “de verdade”. Será que ainda há algo tão ruim para se fazer?

Quem votou em Kannário não estava fazendo isso sem consciência, muito pelo contrário, estava atrás de alguém que representasse sua voz, sua roupa, sua maneira de agir, sua filosofia de vida. E é aí que nasce o problema… as pessoas não estão acostumadas a lidar com a diferença, estão acostumadas com o discurso, mas a ação parece ser bem incomoda. Ver alguém “foveiro” ganhar um cargo político parece ser algo bem desagradável para o ponto de vista de vários. Não me diga que é pela relação com as drogas, pois o helicóptero de cocaína ainda é uma incógnita e eu não vejo ninguém falando nele. Há um preconceito guardado e em época de caos (vivemos uma época de caos) parece que a discriminação ganha validez.

Vou contar uma coisa mais preocupante do que o Príncipe do Guetto. Dos vereadores eleitos, mais da metade são oriundos de partidos conservadores de direita. Então, você, que acredita numa mudança social através da política, esqueça, isso não irá acontecer. Outro dado mais importante do que o ex-cantor da A Bronka, é que dos 21 mais votados, só três são mulheres. E aí, o pagodeiro ainda é o que te indigna mesmo? A história de vida dele é i que é mais preocupante nessa nova velha conjuntura política? Os que tem política como profissão já fizeram besteira demais, por que continuar votando neles? Analisando os fatos, talvez um pouco de quebradeira possa até fazer algum bem.

1 comentário Adicione o seu

  1. edna disse:

    Tem pessoa ki criticam meu idolo. Fizeram ate resenhas sem graça falando ki ele quer ser vereador pra liberar. A maconha esses Povinho nn sabe oq fala meu príncipe vai. Continua sendo o príncipe do povo 👊💪👏👏👏👏um por tdos e tdos por um kanariana👑👑❤💜👊👌👏

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s