ALIENS – POESIA CRÔNICA #1

nintchdbpict000310302845

Saudações, terráqueos

Chegamos! Éramos esperados?

Veneram-nos

Cheiram-nos

Olham-nos como deuses

Mal sabem eles

Que não viemos para paz

 

Estávamos adormecidos

Procurando um local perdido

E finalmente encontramos

Espero que nossa presença seja bem-vinda

Não achem que somos crianças

Brincando numa fazenda de formigas

 

Trouxemos brinquedos que brilham

Que reluzem

E ainda refletem

Sabemos da curiosidade de vocês por extraterrestres

 

Nossos OVNI’s são gigantes

Velozes, impressionantes

Nunca viram nada igual?

Esperem!

A surpresa está guardada pro final

 

Essa é a história não contada.

Depois da invasão dos aliens

A cultura antes sagrada

Ninguém mais viu

Esse fato hoje é lembrado

Como o dia em que Cabral

“Descobriu” o Brasil.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s