DE ONDE VEM A MUNIÇÃO? – POESIA CRÔNICA #4

tiros-em-columbine

Um aluno entra na escola armado

Mata dois

E deixa outros quatro

Baleados

Mas quem encheu aquele cartucho

Quem é o verdadeiro culpado?

 

A escola é cruel

É a reprodução fiel

Do mundo doente

Que chamamos de sociedade

Violência, apelidos,

Falta de educação

Da pra acreditar

Que nesse lugar

Formamos o futuro da nação?

 

As crianças aprendem rápido

Que há um comportamento errado

Na relação interpessoal

Mas eles não fazem por mal?

Não? Está na hora de mudar o discurso

Virar os Estados Unidos

Não é o objetivo

Mas já estamos fabricando

Crianças sinônimo de perigo

 

E se a zoeira never end

A paciência dos humanos “end”

E assim criamos uma sociedade doente

Onde se esquece do coração

E tudo passa a ser resolvido

No olho por olho

E dente por dente.

 

Beijos & Abraços Crônicos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s