FESTA SURPRESA – CONTOS CRÔNICOS #13

Nome: Henry. Localização: cozinha mexendo a enorme panela de cachorro quente. Na sua cabeça, pensamentos indigestos e uma touca que havia sido obrigado a usar pela dona da casa. Função: Estava ali pois precisava matar a aula chata e não tinha um bom motivo aparente, até aparecer o convite de Lisa. Nome: Lisa. Localização: sala,…

LINHAS TORTAS – CRÔNICAS POÉTICAS #21

As histórias que já passaram e não deixaram hematomas são as melhores para serem contadas. Essa minha envolve tanta linha torta que seria injusto dizer que eu sou o protagonista. Sem querer soar piegas, poderia falar que o personagem principal é Deus, mas seria de uma prepotência gigantesca afirmar que com tanta obrigação em cima…

PODE TORCER SEM MEDO – CRÔNICAS POÉTICAS #20

Pode torcer sem medo, não dê ouvidos a quem acha que acompanhar a copa é alienação, a maioria dessas pessoas ficam de braços cruzados só esperando um motivo para poder criticar quem gosta de ser feliz. Elas não fazem nada no período sem copa ou com copa, então é indiferente, só estão atrás de algo…

A SUICIDA QUE MORREU DE RIR – CONTOS CRÔNICOS #12

“Não dá, se eu não escrever, eu morro, morro também escrevendo, vivendo, sofrendo, morro por que há vários tipos de mortes invisíveis que dificilmente são percebidas. Morro numa morte que adormece no meu inconsciente e a carapaça já não tem mais a capacidade de disfarçar. Ando naufragando em qualquer gota de chuva e chove muito,…

ESSA CARTA É PRA VOCÊ – CRÔNICAS POÉTICAS #19

Acordei enquanto dormia… parece óbvio, mas tem tanta gente dormindo acordada que precisei fazer a observação. Não sei se essa carta é pra você, mas se estiver lendo, e não se sentir contemplada, passe a mensagem à frente. Jamais viria aqui te pedir algo que não faria, por isso, peço somente que vá até a…

CARROS 3, INCRÍVEIS 2 E O FEMINISMO 1 – CRÔNICAS POÉTICAS #18

Carros 3 e Os Incríveis 2 são continuações de grandes sucessos da animação mundial. Ambos apresentam protagonistas masculinos, apesar dos dois terem coadjuvantes como parte importante de toda a narrativa. O enredo desses dois filmes se parecem e refletem bem o contexto da nossa época. Podemos e devemos criticar a Disney por diversas escolhas e…