Carta Aberta para Lumena – PenSHONmentos #019

em

Salvador / BA – 03/03/2021

Querida Lumena,

Não, esse não é um texto sobre Big Brother Brasil. Até por que, eu voltei a me lembrar dos motivos que me faziam não acompanhar o programa e, provavelmente, voltarei ao netflix toda terça e domingo à noite. Esse é um texto sobre compreensão, erros, arrependimentos, autoconhecimento, reflexões e dança. E não falo só para uma Lumena, falo para todas as Lumenas que existem dentro de nós e que nós, assim como a original, não conseguiremos “matar”.

No paredão que envolvia Lumena, Projota e Artur, eu só conseguia ver uma pessoa tentando mudar, uma pessoa arrependida e refletindo seu comportamento inicial, e foi exatamente essa pessoa que saiu. O mundo é cruel, Lumena, ela cobra mais de que podemos dar mais, são vários pesos para várias medidas, a balança é tão louca que nem mais consegue chegar ao zero. Não ficarei aqui falando do seu comportamento, sou o tipo do cara que prefere enterrar erros quando vejo que a pessoa está disposta a mudar. Sabe, me abre um sorriso quando alguém me diz que não sou o mesmo ou que estou mudado e talz… e digo o mesmo para você, que pena que não deu tempo de mais pessoas entenderem essa mudança.

Talvez você já saiba que virou meme, que Neymar, Neto, comediantes, apresentadores, todos pediram a sua autorização para poderem fazer coisas simples. Mas sabe o que eles não falaram? Não falaram de como um mulher negra pode ser incomoda quando traz verdades que não são do agrado de todos. Tá bom, discordo da forma como algumas coisas foram ditas, mas é inegável que sua inteligência e perspicácia foram cruelmente achincalhadas em prol de risadas. A globo tentou ridicularizar até o seu português muito bem falado, por sinal, tentando regionalizar uma fala que estava muito mais para culta do que para coloquial. Porra, Lumena, acho que concluí que ser negra, mulher e intelectual nesse Brasil é quase um crime. Mas você já sabia disso há muito tempo.

Olha, eu fui um crítico ferrenho no começo, mas ontem eu entendi tudo. Entendi que mais do que um jogo, aquilo é uma novela, uma narrativa, com personagens obedecendo arquétipos estipulados pela edição. Fico feliz que o Brasil tenha visto que você se arrependeu e que seu plano era só dançar e ser alegre. Esse devia ser o plano de todos nós, mas não é tão simples assim. Lumena, espero que os astros continuem brilhando pra você e que você se autorize ser feliz, hoje e sempre.

Um grande abraço

do professor

Anderson Shon

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s