O HOMEM QUE NÃO QUERIA SER FELIZ – CONTOS CRÔNICOS #5

– Perdido, acho que está tudo perdido. – Calma, rapaz, não é pra tanto, todos temos dias ruins. – Mas não são dias – Um rapaz magro batia a cabeça na janela. –, são semanas, meses, na verdade, hoje completa um ano, ironicamente hoje. – Ela pode estar blefando. – Seu amigo se aproximou tentando…

A CHAMA ME CHAMA – CONTOS CRÔNICOS #4

Era segunda, às vezes parece que todos os dias são segundas, mas não são. Depois que ela se foi, havia uma paz perturbadora, digo, paz não, silêncio, um silêncio perturbador e retumbante em todas as coisas que via. Nem sempre morreremos ao lado do nosso grande amor, os enredos de filmes de romance são falaciosos…

T.E.P. – CONTOS CRÔNICOS #3

“…Come gather ‘round people, Wherever you roam…” Meu despertador toca indicando que é a hora de levantar. Olho as horas e concordo com ele, apesar de estar completamente contrariado em dar-lhe razão. Deito apoiando a sola dos pés no colchão, é a forma que encontro para não correr o risco de cair no sono novamente…

QUARENTA E DOIS – CONTOS CRÔNICOS #2

Ouço tiros, muitos tiros. Na verdade, até a voz dentro da minha cabeça tem um tom baixo. Meu pensamento precisa gritar comigo para poder ser ouvido, pois ele é abafado pelos fortes estampidos. É assim na guerra, ninguém sabe muito bem de onde vem os sons, pra ondes eles vão. É uma mistura grande demais….

O DIA DO YURI – CONTOS CRÔNICOS #1

Olá, meu nome é Yuri Machado Souza Damásio, um nome incomum contrastando com um garoto muito comum. Tenho 12 anos, estou no 8° ano do ensino fundamental, sempre fui uma criança muito inteligente, por isso minha mãe exigiu que me adiantassem nas séries iniciais, evitando o que ela chamava de “perder tempo pintando figuras do…