LINHAS TORTAS – CRÔNICAS POÉTICAS #21

As histórias que já passaram e não deixaram hematomas são as melhores para serem contadas. Essa minha envolve tanta linha torta que seria injusto dizer que eu sou o protagonista. Sem querer soar piegas, poderia falar que o personagem principal é Deus, mas seria de uma prepotência gigantesca afirmar que com tanta obrigação em cima…

PODE TORCER SEM MEDO – CRÔNICAS POÉTICAS #20

Pode torcer sem medo, não dê ouvidos a quem acha que acompanhar a copa é alienação, a maioria dessas pessoas ficam de braços cruzados só esperando um motivo para poder criticar quem gosta de ser feliz. Elas não fazem nada no período sem copa ou com copa, então é indiferente, só estão atrás de algo…

A SUICIDA QUE MORREU DE RIR – CONTOS CRÔNICOS #12

“Não dá, se eu não escrever, eu morro, morro também escrevendo, vivendo, sofrendo, morro por que há vários tipos de mortes invisíveis que dificilmente são percebidas. Morro numa morte que adormece no meu inconsciente e a carapaça já não tem mais a capacidade de disfarçar. Ando naufragando em qualquer gota de chuva e chove muito,…

ESSA CARTA É PRA VOCÊ – CRÔNICAS POÉTICAS #19

Acordei enquanto dormia… parece óbvio, mas tem tanta gente dormindo acordada que precisei fazer a observação. Não sei se essa carta é pra você, mas se estiver lendo, e não se sentir contemplada, passe a mensagem à frente. Jamais viria aqui te pedir algo que não faria, por isso, peço somente que vá até a…

CARROS 3, INCRÍVEIS 2 E O FEMINISMO 1 – CRÔNICAS POÉTICAS #18

Carros 3 e Os Incríveis 2 são continuações de grandes sucessos da animação mundial. Ambos apresentam protagonistas masculinos, apesar dos dois terem coadjuvantes como parte importante de toda a narrativa. O enredo desses dois filmes se parecem e refletem bem o contexto da nossa época. Podemos e devemos criticar a Disney por diversas escolhas e…

A HISTÓRIA DO HOMEM QUE MORREU, MAS ESTAVA VIVO – POESIA CRÔNICA #7

Trabalhador comum Pai exemplar Ótimo marido   Certo dia Chegou no emprego E lhe contaram Que havia sido demitido   Em casa, seus filhos Já não ouviam seu conselho Preferiam os dos amigos   A mulher Como prêmio de consolação Fez seu macarrão preferido Ele, distraído, Não prestou atenção Ela foi para o whatsapp Mandar…

O ASFALTO – CONTOS CRÔNICOS #11

Oração do Pai Nosso, boné na cabeça, pé na rua, chave indo da fechadura pro bolso. As últimas palavras; “Tchau, mãe, te amo”. Na mochila havia um caderno escrito de trás para frente, um livro contando a história do Martin Luther King, um casaco, caso o tempo resolvesse contrariar a previsão, duas garrafinhas de água…

ASSASSINO É QUEM MATA, NÉ? – CONTOS CRÔNICOS #10

No corredor da morte, aquele jovem negro andava sobre os olhares de todos que sustentavam as suas famílias com a dor dos que estiveram perdidos. Toda aquele aparato em suas mãos, pernas, cabeças contradiziam a ideia da morte digna, indolor. Para ele, a dor de saber que iria morrer era muito maior do que qualquer…

RÁDIO SHON 2000 – CEDILHAS, CABEÇAS E CAPOEIRAS #1

Rádio Shon 2000, a rádio que não é FM e nem AM, é PN. Nesse primeiro programa, Anderson Shon te explica como nasceu o cedilha, não responde a pergunta do século e aconselha um inocente ouvinte sobre a possibilidade de dar um passeio noturno com Rubem Fonseca. Ouça, curta, compartilhe e sorria!